Talvez um sinal de tempos mais difíceis, talvez uma decisão técnica, mas está confirmado: a nova geração do Opel Astra conversível perderá o teto rígido para voltar a usar lona, como no passado.

A Opel revelou nesta semana um desenho do modelo, previsto para desembarcar na Europa no final de 2012. Segundo ela, o Astra será luxuoso, elegante, mas também mais leve e barato.

É essa a razão para terem desistido do sistema rígido, que usa engrenagens complexas e ocupa muito espaço no porta-malas – além de ser mais caro. Como houve uma evolução nos materiais usados nos tetos de tecido, a montadora achou por bem repensar sua utilização.

Atualmente, a Opel vende o Astra hatch, a perua Sports Tourer, e acaba de revelar a versão esportiva GTC. Segundo a imprensa europeia, a família ganhará mais um integrante após o conversível.
Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/