Nem a Porsche escapou da estranha onda de recalls dos últimos meses. A NHTSA (National Highway Traffic Safety Administration) detectou que os cintos de segurança dianteiros do Porsche Panamera podem não funcionar, desde que os assentos sejam posicionados para frente. “No evento de um acidente, o cinto de segurança pode não promover proteção adequada para o ocupante do banco, o que pode aumentar o risco de ferimentos ou morte”, diz a Porsche em seu comunicado oficial.

A montadora alemã, seguindo as instruções do órgão norte-americano que controla e regula o tráfego, chamará 3.176 donos de Panamera para substituir a peça defeituosa, sem custo aos proprietários. No Brasil, a Porsche enviou mecânicos à casa de 55 proprietários de Panamera, que tiveram a peça defeituosa substituída. Por aqui, nenhum acidente por conta da falha no cinto de segurança foi registrado.

Rodrigo Mora

|