Logo após a chegada do Honda HR-V ao mercado brasileiro, a PSA Peugeot Citroën anunciou o início da produção em série do 2008 na fábrica de Porto Real (RJ). O novo crossover compacto deve fazer sua estreia na rede de concessionárias em abril para brigar também com os veteranos Ford EcoSport e Renault Duster, que deverá receber mudanças visuais nas próximas semanas, e o Jeep Renegade, previsto para chegar ao mercado no dia 10 de abril.

O desenvolvimento do novo Peugeot 2008 no Brasil é fruto de um investimento de cerca de R$ 400 milhões, montante destinado também para a adaptação da unidade fabril fluminense. Foram 3 anos de trabalho, envolvendo uma equipe de mais de 300 pessoas baseadas no Centro de Produção e no Latin America Tech Center, o Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Design da PSA Peugeot Citroën, que tem sede no Brasil.

A linha de montagem de Porto Real recebeu mudanças nas áreas de chaparia, pintura, montagem e formação. De início, a produção brasileira do 2008 será destinada apenas para o mercado nacional, mas a Peugeot já informou que, em um futuro próximo, também deverá abastecer outros países.

“O Peugeot 2008 é um sucesso mundial. O início de sua produção em Porto Real resulta de um excelente trabalho de integração local, desenvolvido por nossas equipes de Pesquisa, Desenvolvimento e Design. Vamos oferecer aos nossos clientes um veículo com muita tecnologia, muita segurança e muito bem adaptado às condições de terreno do Brasil”, diz Carlos Gomes, Presidente Brasil e América Latina da PSA Peugeot Citroën.

Entre os destaques do 2008 está o interior com o conceito i-Cockpit, que associa o volante compacto ao painel de instrumentos elevado e à central multimídia de 7 polegadas, e também a alavanca do freio de estacionamento do tipo manche de avião.

A gama do Peugeot 2008 nacional vai contar com os motores 1.6 aspirado, de 122 cv, e 1.6 THP (turbo), de 173 cv, ambos flex, com transmissão manual de cinco velocidades para o primeiro e de seis marchas para o segundo. Posteriormente, a Peugeot vai dispor também da opção de câmbio automático de quatro marchas para o propulsor menor.

Salvação da lavoura

A Peugeot encara o 2008 como o início da recuperação de mercado da marca, que tem caído nos últimos anos. Embora não fale em números, a expectativa é que o SUV emplaque entre 1.500 e 2 mil carros por mês, o que elevaria significativamente o volume de vendas da Peugeot.
 

 
 
Peugeot 2008 na fábrica de Porto Real (RJ) Peugeot 2008 na fábrica de Porto Real (RJ)
Peugeot 2008 na fábrica de Porto Real (RJ) Peugeot 2008 na fábrica de Porto Real (RJ)
Peugeot 2008 na fábrica de Porto Real (RJ) Peugeot 2008 na fábrica de Porto Real (RJ)
Peugeot 2008 na fábrica de Porto Real (RJ) Peugeot 2008 na fábrica de Porto Real (RJ)
Peugeot 2008 na fábrica de Porto Real (RJ) Peugeot 2008 na fábrica de Porto Real (RJ)
Peugeot 2008 na fábrica de Porto Real (RJ) Peugeot 2008 na fábrica de Porto Real (RJ)
 
 
Redação

Redação |