Novidade importante envolvendo o grupo PSA Peugeot Citroën no Brasil: o conglomerado francês iniciou por aqui a produção do motor 1.2 com 3 cilindros em Porto Real (RJ). Segundo a empresa, o propulsor será o mais econômico do país seguindo os critérios do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, portanto superando o 1.0 TSI da Volkswagen, e vai estrear no Peugeot 208

Segundo a PSA, o 1.2 tricilíndrico vai entregar 90 cv a 5.750 rpm e 12,9 kgfm de torque a 2.750 rpm com etanol. Foram gastos três anos para tornar o propulsor flex e ele foi validado por mais de 400 mil quilômetros. Moderno, o 1.2 conta com duplo comando de válvulas variável, correia banhada em óleo, bomba de óleo variável, dentre outros recursos.

Em relação ao 1.2 oferecido na Europa, para virar flex a equipe de engenharia da PSA alterou a taxa de compressão de 11:1 para 12,5:1, incorporou o sistema de partida a frio por aquecimento do combustível, o conjunto de pistões e anéis foi reforçado e as velas também são especiais.

“Ao equipar o novo 208 com o motor 1.2 nós vamos oferecer o melhor compromisso entre performance e consumo para os clientes do segmento”, destaca Fabrício Biondo, diretor de marketing, produto, comunicação e relações externas da PSA.

Vale destacar que, apesar de posicionado em um segmento abaixo do Peugeot 208, o Volkswagen up! TSI com seu 1.0 turbo entrega 105 cv e 16,8 kgfm de torque e, atualmente, é o carro mais econômico do país com propulsão convencional (não híbrida).

A Peugeot, contudo, não informa se o novo motor 1.2 vai tirar o propulsor 1.5 de linha. O AUTOO questionou a empresa mas ainda não obteve resposta. 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |