Essa é para aqueles que reclamam que os modelos nacionais são feitos com menos apreço do que os europeus. A Peugeot confirmou que venderá no Velho Continente, o nosso 207. A máquina será igual a comercializada por aqui, mas o nome será diferenciado: 206+ (Plus).

O apelo da companhia, por lá, é de que o hatch tem características modernas e futuristas. Além disso, ressalta o principal ponto veículo: será um dos mais acessíveis da gama da companhia.

Para a Europa, o modelo terá três opções de motorização. Duas delas são a gasolina, com a 1.1 litro (60 cv) e a 1.4 litro (75 cv), e uma é movida à diesel, com o 1.4 litro HDi (70 cv). As emissões de CO2 deste ficam em 110 g/km.

Nos próximos meses, poderemos saber a reação de mais um modelo “brasileiro” na Europa, um dos mercados mais exigentes da indústria automobilística.

Redação

|