A cor preta está na moda em Stuttgart, a casa da Porsche. Depois do 911 Black Edition, quem veste o figurino desta vez é o modelo Boxster S. Não só isso, a nova versão especial do conversível vem com mais potência em seu motor 3.4 – 320 cv ao todo, 10 cv a mais que o “normal” – e a transmissão pode ser PDK, com 7 velocidades e dupla embreagem, ou manual de 6 marchas.

O visual do Boxster S Black Edition segue o mesmo padrão do 911 customizado. A pintura é um preto perolizado e o interior vem personalizado ao mesmo estilo e ainda carrega referências cromadas da série, como a soleira e um pequeno logotipo no painel a frente do passageiro. O mesmo tom também cobre as rodas aro 19”, a dupla saída de escape e as barras de proteção na traseira do cockpit, que protegem os ocupantes no caso de capotagens.

Por ter mais potência e torque – são 37,7 kgfm, 1 kgfm a mais que o Boxster S convencional – o modelo Black é ligeiramente mais rápido na versão PDK. Segundo a Porsche, o carro nessa configuração acelera de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos e atinge 270 km/h. O pacote ainda inclui freios de cerâmica e suspensão adaptativa, que varia o grau de amortecimento de acordo com opções do motorista, exigência do piso e condições de condução.

Em comunicado, a marca afirma que o Boxster S Black Edition será vendido no mundo inteiro. No entanto, os primeiros países a receberem o modelo serão o Reino Unido e Irlanda, em março, onde o carro custará £47,426, cerca de R$ 128.000 (sem impostos). E a série especial, como qualquer outra da marca, é bastante limitada: apenas 987 unidades serão fabricadas.

Thiago Vinholes

|