O Brasil é o maior mercado da Porsche na América Latina, e para manter a posição e ganhar mais evidência em relação aos mercados de ponta, a Stuttgart Sportcar amplia sua oferta de produtos por aqui. A começar pelo carro-chefe da marca, o Cayenne: a nova geração do modelo ganha uma versão de “entrada”, dotada de motor V6 e vendida a R$ 269.000.

O Cayenne híbrido, exposto no Salão, está ainda na fase de estudos e tem grandes chances de chegar ao País no próximo ano, afirma Marcel Visconde, presidente da importadora. Seu preço, no entanto, ainda não foi definido, embora Visconde admita que o modelo custará mais do que a versão S, vendida hoje por R$ 379.000.

Outra novidade é o Panamera V6, de 300 cv, que sai por R$ 389.000. Ao contrário do SUV, onde as versões intermediárias serão as mais vendidas, Visconde acredita que o novo modelo, o mais barato da gama, e o Turbo, que custa R$ 749.000, serão os mais procurados.

Quanto ao GT2 RS, limitado a 500 unidades (já esgotadas) e que até a semana passada tinha quatro unidades ainda disponíveis no Brasil, chegou ao fim, por aqui também. Mesmo que você tivesses o R$ 1.500.000 pedido pelo Stuttgart, não há mais unidades à venda.

Rodrigo Mora

|