Fora do Salão de Detroit há quatro anos, a Porsche promete um retorno triunfal ao maior evento automotivo dos Estados Unidos. Hans-Gerd Bode, porta-voz da marca, revelou em entrevista à agência Bloomberg que a fabricante mostrará “algo espetacular” na feira. Mas se limitou apenas a isso. O evento acontece entre 10 a 23 de janeiro de 2011.

Mas a imprensa internacional já faz suas apostas. Cogita-se que a marca poderá mostrar no salão americano a versão final do 918 Spyder, o primeiro projeto da Porsche de um veículo superesportivo com motorização híbrida. O modelo conceitual foi lançado no Salão de Genebra, na suíça, em março deste ano. Outras possibilidades podem ser a estréia do Cajun, o primeiro SUV compacto da marca, ou ainda as novas gerações dos modelos 911 e Boxster. A fabricante ainda não comenta sobre nenhum do carros.

A saída da Porsche do tradicional evento em Detroit se deu por conta do início da crise da falta de crédito nos EUA em 2007. Para conter custos, a marca manteve seus investimentos na costa oeste do país, onde é mais forte, tanto que participou de todas as edições do Salão de Los Angeles, na Califórnia, que aconteceram nesse período.

Thiago Vinholes

|