Se o Vectra vem sendo rejeitado pelo consumidor de sedãs médios, o Cruze deverá fazer a Chevrolet ter mais destaque e prestígio no segmento – que, vale lembrar, já esteve sob seu domínio com a geração anterior do Vectra. Qualidades, aparentemente, o Cruze parece ter: a associação de jornalistas automotivos daquele país o elegeu o carro do ano.

Para a Automobile Journalists Association of Canada, o modelo mereceu o título por reunir características como eficiência, refinamento e preço, além de fatores diferenciais, como 10 airbags (de série). Por aqui, o Chevrolet Cruze chega no segundo semestre, nas versões hatch e sedã, provavelmente carregando uma nova família de motores.
 

Rodrigo Mora

|