Comparado ao polêmico Chris Bangle, o holandês Adrian van Hooydonk tem se mostrado contido como designer chefe do grupo BMW. Seus primeiros projetos mostram uma preocupação com a elegância e a esportividade enquanto seu antecessor surpreendia a cada novo carro lançado.

Agora, confrontado com a iminente 3ª geração do Mini Cooper, o clássico carrinho inglês que a montadora alemã transformou num modelo premium de sucesso mundial, Hooydonk garantiu que o projeto será bem diferente do atual.

O designer não deu detalhes para a revista Autocar, mas disse que seus comandados estão partindo de "um papel em branco" para imaginá-lo. A revelação é curiosa afinal um dos méritos do Mini é sua ligação com o passado, quando tornou-se o carro urbano birtânico por excelência.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/

Veja mais notícias da marca