Atualmente, o prazo de validade dos automóveis para as montadoras gira em torno de 4 a 6 anos. Passado esse tempo, novas gerações são lançadas e assim segue o ciclo. Lançada em 2007, a sexta edição do Nissan Sentra em breve deve ganhar um substituto. Segundo a agência Automotive News, isso acontecerá em 2012 e o carro adotará os traços visuais de seu irmão maior, o sedã de luxo Altima.

“Muitas pessoas rejeitam o Sentra por conta de seu visual. Ele não é um carro ruim. Mas vemos uma progressão maior do público em direção ao Altima”, receleu Al Castignetti, vice-presidente de vendas da Nissan nos Estados Unidos. No ano passado, a marca vendeu 100.000 unidades do sedã nos EUA, número muito abaixo do alcançado pelos rivais Honda Civic e Toyota Corolla.

No Brasil o Sentra também tem atuação discreta. É o 8º colocado no ranking dos sedãs médios, ficando atrás de carros como Citroën C4 Pallas e Fiat Linea, por exemplo. A quinta geração, primeira versão do carro oferecida no país entre 2004 e 2007, vinha do México e passou apagada. A linha seguinte ganhou mais força, mas nunca representou uma ameaça a concorrência, cujos ponteiros por aqui também são Civic e Corolla.

Thiago Vinholes

|