A tímida Carens ganhou o visual (ou parte dele) criado pelo alemão Peter Schreyer, ex-Audi, para os novos carros da Kia. As mudanças se concentram principalmente na grade dianteira, com o elemento que a marca sul-coreana apelida de “rosnar de tigre”. Mudam também os para-choques, enquanto os faróis continuam iguais aos do modelo anterior, sem o visual ousado aplicado em Sorento e Cerato, por exemplo.

Internamente, há novos comandos para o ar condicionado e saídas de ar redesenhadas. Na lista de equipamentos, a novidade é o cartão no lugar da chave e o controle de estabilidade com calibração diferenciada. Sob o capô, continua o mesmo 2.0 16V, de 150 cv, movido apenas a gasolina.

Como a Carens que roda por aqui é trazida da Coréia do Sul, é provável que o modelo novo chegue às lojas da Kia ainda este ano – uma aparição no Salão do Automóvel, em outubro, não surpreenderia.

Rodrigo Mora

|