A Renault é um daquelas marcas que prefere utilizar um evento importante como o Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça, para revelar automóveis reais, que serão vendidos em breve pela companhia, enquanto outras empresas mostram mais conceitos diferenciados.

A francesa aproveitou uma das principais exposições de carros do mundo para mostrar algumas de suas novidades globais, como a terceira geração do monovolume Scénic. O visual já havia sido revelado em algumas fotos vazadas, mas os dados do novo veículo se mantinham em sigilo.

Como um dos principais atributos deste automóvel são as medidas, então vamos lá: a nova Scénic terá 4,34 metros de comprimento, enquanto sua versão maior, a Grand Sécnic, terá 4,56 metros. São 11 (!) as opções de motorização, que vão desde o 1.5 dCi a diesel (que desenvolve 85 cv e tem emissão de apenas 140 g de CO2 por km) até o 2.0 dCi FAP (de 160 cv, alimentado com o mesmo combustível).

Mégane Grand Tour

A terceira geração do Renault Mégane também acaba de ganhar uma outra variável: a perua. Visando disponibilizar mais espaço para seus ocupantes, a companhia fez a versão com nada menos que 4,55 metros de comprimento, sendo um dos maiores automóveis do segmento.

A capacidade do porta-malas oscila entre 524 e 1 595 litros, dependendo da disposição dos assentos traseiros e dianteiros. São 13 as opções de motorização, sendo cinco movidas a gasolina e oito a diesel.

Mégane e Clio em versão RS

Também não é de hoje que a Renault investe em versões esportivas de seus automóveis e divulga suas fotos ao lado de seu carro de Fórmula 1. Desta vez, não foi diferente. O Mégane ganhou a opção Renault Sport, que carrega um potente motor 2.0 litros turbo de 250 cv. Spoilers e pintura especial completam o visual.

O Clio, por sua vez, também recebeu a opção RS, bem mais discreta. Com 203 cv de potência no 2.0 litros de 16 válvulas, o hatch vai de 0 a 100 km/h em 6,9 segundos, atingindo uma respeitável marca de 225 km/h.

Redação

Redação |