Na contramão das séries especiais com apelo esportivo de modelos compactos como Ford Fiesta Sport e Volkswagen Fox Pepper, a Renault vai introduzir no segmento um automóvel realmente “apimentado”. O novo Sandero R.S. começa a ser vendido no mercado em setembro, pelo preço sugerido de R$ 58.880.

Em comparação com a atual versão topo de linha do modelo, a Stepway, o R.S. é cerca de R$ 6,5 mil mais caro. Caso o comprador queira rodas exclusivas de 17 polegadas calçadas com pneus 205/45 no novo modelo terá que desembolsar R$ 1 mil a mais, fechando um cheque de R$ 59.880.

O novo Renault Sandero R.S. trará um motor 2.0 litros aspirado, com 150 cavalos de potência, acoplado a um câmbio manual de seis velocidades. Esse conjunto será suficiente para levar o hatch esportivo de 0 a 100 km/h em 8 segundos e atingir velocidade máxima de 202 km/h.

Há ainda mudanças na suspensão, que recebeu acerto mais rígido e foi rebaixada, nos freios e na direção, que passa a ser eletrohidráulica.

No visual, há nova grade com o nome da versão, para-choques exclusivos, retrovisores com pintura preta, kit aerodinâmico, lanternas escurecidas e ponteira dupla de escape. Por dentro, o modelo oferece volante com base achatada, bancos diferenciados, detalhes em vermelho, pedais de alumínio, entre outros.

O Sandero R.S. 2.0 foi desenhado e desenvolvido pela Renault Sport, na França, em conjunto com a Renault Design América Latina e a Renault Tecnologia Américas. 

 
 
Sandero R.S.: motor 2.0 e potência de 150 cv Sandero R.S.: motor 2.0 e potência de 150 cv
Painel do Sandero R.S. Painel do Sandero R.S.
Renault Sandero R.S. Renault Sandero R.S.
Renault Sandero R.S. Renault Sandero R.S.
Renault Sandero R.S. Renault Sandero R.S.
Renault Sandero R.S. 2.0 Renault Sandero R.S. 2.0
Renault Sandero R.S. 2.0 Renault Sandero R.S. 2.0
 
 
Redação

Redação |