PT Cruiser chega à sua última semana

Após 71 anos, Mercury chega ao fim

Junho foi um mês triste especialmente para a indústria norte-americana. A Ford anunciou que a Mercury, marca criada por Edsel Ford (filho de Henry Ford) para centralizar os carros mais luxuosos, chegava ao fim, após 71 anos de atividade. A justificativa, óbvia, era a queda vertiginosa das vendas. No entanto, a montadora prometeu concentrar os recursos poupados com a Mercury com ela própria e a Lincoln, outra bandeira da empresa. Outro ícone da indústria automotiva dos Estados Unidos que se despediu no mesmo mês foi o Chrysler PT Cruiser, que ao longo de dez anos vendeu mais de 1,3 milhão de unidades por todo mundo.

Exclusivo e nostálgico, SLS AMG chega ao Brasil

A Mercedes-Benz começou a importar o SLS AMG, seu carro mais caro e nostálgico à venda no Brasil. Seu visual remete ao 300 SL, de 1954, mais conhecido como Gullwing (asa-de-gaivota). Diante dessa referência, o poderoso motor 6.3 litros V8 acaba sendo coadjuvante. O problema, claro, é o preço: US$ 360 000 para a versão “básica”, e US$ 440 000 para a configuração Racer, que traz freios de cerâmica, bancos e volante de competição e acabamento interno e externo em fibra de carbono.

Thiago Vinholes

|