Depois que as vendas nos Estados e na Europa minguaram muitas marcas premium decidiram abrir os olhos e enxergar os mercados de países em desenvolvimento. E não estamos falando só de China, a mais promissora fronteira, mas também do Brasil. Basta ver como a BMW tem se dado bem aqui ultimamente.

Mas quem pensa que o segmento de luxo está em crise tem outra impressão em Frankfurt. O que não faltaram foram novidades para quem está disposto a gastar valores na casa dos sete dígitos.

Entre os luxuosos, muitos cupês de quatro portas, a nova tendência do segmento. Além do Panamera, da Porsche, a Aston Martin trouxe o Rapide e a Bugatti, o inédito Galibier. Todos querem atrair o executivo que está cansado de andar de limusines e não dirigir seu próprio carro.

Mas se esse ricaço ainda gosta de passear no banco de trás, não é para desanimar. A Bentley mostrou o Mulssane, e a Rolls Royce, o Ghost. Ambos cumprem a função de transportar autoridades e CEOs, mas são modernos e menos aristocráticos, claro, dentro de um certo limite.

Ah, no seu caso, você procura um belo e sofisticado carro conversível? Fácil. Três marcas apresentaram versões sem teto de modelos consagrados – a Maserati transformou o Gran Turismo em Gran Cabrio, a também italiana Lamborghini tirou a capota do Reventón e o batizou de Roadster, e a Audi criou o R8 Spyder baseado no cupê R8.

Novidades acima de 300 km/h

Agora quem procura velocidade encheu os olhos no salão alemão. Além dos modelos já citados acima e que também fazem bonito nas pistas, a Mercedes-Benz revelou o SLS AMG, sucessor do SLR McLaren como o esportivo máximo da marca. E a Ferrari não deixou por menos ao trazer para o evento a 458 Italia, que substituirá a F430 como principal máquina da marca italiana.

E as promessas entre os elétricos também chamaram a atenção. A BMW mostrou o Vision EfficientDynamics, um incomum cupê capaz com três motores – um diesel e dois elétricos – que reunidos oferecem 276 cv e fazem o modelo ir de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos. A Audi não fez por menos e revelou o e-Tron, uma espécie de R8 elétrico com quatro motores, dois em cada eixo, capazes de gerar 313 cv de potência, 450 kgfm de torque e nenhum ruído por onde passa.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |