A Mercedes-Benz confirmou durante o Salão de Nova Iorque (2 a 11 de abril) que produzirá um cupê da Classe C na planta de Bremen, na Alemanha, de onde também sairão as versões sedã e perua – além do crossover GLK. O novo modelo será lançado em 2011, e provavelmente substituirá o CLC. Vale lembrar que este e o CLK se baseiam na Classe C, mas esta é a primeira vez que um cupê da série leva o próprio nome.

“Nós olhamos para trás e analisamos o que fez nossos cupês tão populares no passado. E se você olhar para os mais bem sucedidos duas portas da Mercedes, verá uma relação direta entre eles e suas versões de quatro portas”, diz o comunicado da marca. 

Porém, diferentemente do Classe E, uma versão cabriolet foi descartada. Isso porque, segundo a Mercedes, o alto investimento numa configuração conversível não compensaria, já que o Classe C cupê daria lugar a uma nova geração dentro de quatro anos.

O recente anúncio da Daimler no Brasil, que usará a fábrica de Juiz de Fora para produzir veículos comerciais, coincide com o surgimento do Classe C cupê. Com isso, o atual CLC deverá deixar de ser montado no Brasil assim que esse modelo passar a ser vendido.

Rodrigo Mora

|