Uma notícia nada animadora foi divulgada nesta semana pelo GlobalNCAP envolvendo o Renault Kwid, que será fabricado no Brasil e ocupará o posto de modelo mais barato da marca na região.

O órgão, que avalia a segurança de praticamente todos os modelos comercializados ao redor do mundo e por aqui é representado pelo LatinNCAP, testou o Kwid vendido na Índia em versões sem airbag e com bolsa inflável somente para o motorista. 

O hatch obteve nenhuma estrela na proteção de adultos e apenas duas na proteção de crianças, um péssimo resultado. Mesmo considerando que o Kwid produzido no Brasil deverá por força de lei contar com airbag frontal duplo, o GlobalNCAP emite um alerta ainda mais preocupante: mesmo se contasse com o equipamento de segurança passiva, de nada adiantaria pois a estrutura do habitáculo foi seriamente danificada com o impacto. 

VEJA MAIS: confira a lista com os 10 carros mais seguros do Brasil segundo o LatinNCAP

A entidade também avaliou outros modelos vendidos na índia, como o Hyundai Eon, Mahindra Scorpio, Suzuki Maruti Eeco e Suzuki Maruti Celerio, todos sem airbags. Nenhum deles foi aprovado pelo GlobalNCAP. Segundo Alejandro Furas, diretor técnico tanto do GlobalNCAP como do LatinNCAP, “os resultados são preocupantes e esses carros representam um grande perigo ao serem utilizados nas vias. O governo indiano deveria adotar políticas de segurança melhores para os carros vendidos por lá”, declarou. 

Confira abaixo o vídeo mostrando o ensaio de colisão com o Renautl Kwid realizado na Alemanha: 

 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |