Um abismo se formou em 2010 entre Toyota Corolla, o líder, e Peugeot 307 Sedan na categoria de sedãs médios. Enquanto o japonês fechou o ano passado com 54.987 unidades comercializadas, o francês emplacou míseros 2.536 carros, ficando à frente do enterrado Volkswagen Bora e do interessante Nissan Tiida Sedan, que teve apenas seis meses de vendas.

Esse quadro, no entanto, felizmente deve ser revertido a partir da semana que vem. A Peugeot apresentará no Rio de Janeiro (mais especificamente em Petrópolis) o 408, modelo que substituirá o 307 Sedan. Já à venda na Argentina, onde é produzido, a novidade leva a base do 308, com 4,68 m de comprimento (20 cm a mais que o 307) e 2,71 m de entreeixos.

Quanto à motorização, o mais provável é a oferta do motor 2.0 flex de 151 cv, associado a um câmbio manual de cinco velocidades ou automático, de quatro – o que, nesse último caso, inibiria as qualidades do motor. Há a esperança, no entanto, que a Peugeot surpreenda com uma versão da transmissão de seis marchas do 3008, que equipava também o antigo 407 V6.

Rodrigo Mora

|