Assim como a Fiat e Mazda uniram forças para apresentar ao mundo o 124 Spider e a nova geração do MX-5, uma parceria nos mesmos moldes está formada para economizar tempo e dinheiro no desenvolvimento de um roadster: a BMW e a Toyota estão trabalhando em conjunto para desenvolver os sucessores do Z4 e do Supra, respectivamente.

Recentemente algumas notícias de bastidores dão conta de que a BMW já designou a Magna Steyr para produzir as futuras unidades do Z5, como deverá ser chamada a nova geração do roadster da BMW, que também é importado para o Brasil.

A parceria com a Toyota e terceirização da produção, duas medidas para reduzir os custos do projeto, são naturais uma vez que o segmento dos roadsters (conversíveis de dois lugares) está registrando uma procura cada vez menor. Só na Europa, as vendas do Z4 caíram 47%. Contudo, segundo o CEO da marca, Harald Krueger, “apesar do segmento não ser grande, ele é importante para a força da marca. A BMW tem uma longa tradição de modelos roadster”.

Tanto o futuro Z5 como o Toyota Supra deverão começar a ser fabricados a partir de 2018 com um volume de 60 mil unidades/ano considerando os dois produtos. Aqui no Brasil, o Z5 deverá chegar até o fim de 2018 ou no máximo o início de 2019. O BMW Z4 soma apenas 18 unidades vendidas de janeiro a abril deste ano. Infelizmente, questões como a falta de segurança, impedem que conversíveis ganhem força em nosso mercado. 

 
 
BMW Z4 2015
 
BMW Z4 2015
BMW Z4 2015
BMW Z4 2015
 
BMW Z4 2015
BMW Z4 2015
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |