Um dos maiores mercados mundiais de automóveis não conta em suas ruas com o carro mais barato do mundo, o Tata Nano, por causa, entre outros fatores, da segurança limitada do mini carro. Mas no que depender da vontade de Ratan Tata, presidente da marca indiana, esse cenário mudará daqui a três anos. A montadora acredita que os norte-americanos também buscam um carro ultra barato e prepara para 2013 uma versão do Nano em acordo com os padrões de segurança dos EUA. 
 
“Nós reconhecemos que há mercado para carros de baixo custo não só em países emergentes, mas também naqueles já desenvolvidos. Para os Estados Unidos, nós precisaremos de um carro com um motor maior, o que demandaria mais crash tests e modificações. Nós estamos no processo de conseguir isso”, avisou Tata, durante o salão de Nova Delhi, que abriu hoje suas portas ao público.
 
Apresentado no mesmo salão, mas na edição de 2008, o Tata Nano chegou às ruas da Índia somente em julho do ano passado. O carro mais barato do mundo custa, no seu país de origem, cerca de US$2.500 e traz motor de 624cm³. Ratan Tata ainda afirma que sua empresa trabalha em modelos híbridos, elétricos e movidos a combustível vegetal.
Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/

Veja mais notícias da marca

Tata Zica agora se chama Tiago
23/02/2016 09:20:00

Tata Zica agora se chama Tiago