Eis aí uma estratégia diferente. Em vez de tornar seu carro um ícone exclusivo, a Tata revelou que pretende licenciar a produção do Nano, o veículo mais barato. A ideia da montadora indiana é que outras marcas locais fabriquem o modelo a uma razão de 10 mil unidades por ano.

E mesmo o nome desses clones do Nano poderá ser diferente, se a “fraqueada” assim desejar. Por enquanto, a Tatá diz que essa possibilidade só valerá para o mercado indiano. No exterior, a estratégia de venda do modelo ainda não foi revelada, mas parcerias assim seriam interessantes para torná-lo um produto global.

Ricardo Meier

Ricardo Meier |

Veja mais notícias da marca

Tata Zica agora se chama Tiago
23/02/2016 09:20:00

Tata Zica agora se chama Tiago