Lidar com o dia a dia nas grandes cidades não é fácil. Congestionamentos, manifestações, ruas interditadas... Se o dia a dia requer muita paciência e não tem como a gente evitar, o jeito é procurar formas de deixar nossa vida mais confortável. Cada vez mais caindo no gosto dos brasileiros, o câmbio automático, sem dúvida nenhuma, é um grande aliado para tornar os deslocamentos por aí menos estressantes.

Demorou quatro anos, mas finalmente a Toyota reconheceu essa demanda e passa a equipar o Etios com esse tipo de transmissão. Poderia ser algo mais moderno do que a caixa de 4 marchas que já conhecíamos desde a geração anterior do Corolla, porém, o câmbio menos sofisticado e mais robusto permitiu a marca conseguir algo importante: preço convidativo.

Por R$ 47.490, o Etios X 1.3 de cara é uma opção bem melhor frente a automatizados como Volkswagen Gol Comfortline I-Motion (R$ 51.390) e Fiat Palio Essence Dualogic (R$ 54.701). Quem já andou nesses modelos sabe o quanto são incômodos os “soluços” a cada troca de marcha. Por isso a Toyota fez bem ao não ceder a tentação dos câmbios robotizados, ao contrário do que da Renault, por exemplo, que substituiu a transmissão automática presente na primeira geração do Sandero pela caixa manual automatizada no modelo atual.

O Etios de entrada na versão automática é bem mais barato que os rivais e pelo menos a Toyota tornou mais justo seu pacote de equipamentos de série. Agora o Etios X traz chave com telecomando, ar-condicionado, direção com assistência elétrica, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico, trava elétrica, retrovisor elétrico e os obrigatórios freios ABS e airbag frontal duplo. Para você ficar bem mesmo no Etios X 2017 só falta o rádio, que pode ser instalado na concessionária.

Apesar das melhorias internas, como a adoção do novo painel de instrumentos digital, o Etios não esconde as raízes de um projeto de baixo custo. Falta, por exemplo, um módulo para que o travamento central das portas seja acionado com o carro em movimento, algo que praticamente todo carro novo já oferece. De qualquer forma, o custo-benefício do modelo é muito bom.

Antes de acionar a ignição, é sempre bom destacar o excelente espaço interno que o Etios oferece. Pensado para agradar as famílias de países emergentes, onde o carro precisa levar cinco adultos com conforto, ele cumpre essa missão com maestria. Ninguém fica apertado no modelo e mesmo que o motorista coloque o banco na posição mais afastada possível dos pedais, você não fica claustrofóbico a bordo do assento traseiro. O assoalho traseiro quase plano em conjunto com a boa largura do modelo colaboram na sensação de bem estar a bordo. E mesmo os passageiros mais altos não tem problema em raspar a cabeça no teto. Só o porta-malas poderia oferecer um pouco mais de capacidade. Só que essa amplitude interna cobra a conta no porta-malas: a capacidade de 270 litros deixa um pouco a desejar.  

 

Toyota Etios X 1.3 16V automático

  • Resumo

    Preço

    De R$ 47.490

    Categoria

    Hatch compacto

    Rivais

    Chevrolet Onix, Hyundai HB20, Volkswagen Gol, Fiat Palio

    Vendas em 2015

    35.052 unidades

  • Mecânica

    Motor

    1.3 16V

    Potência

    98 cv a 5.600 rpm (E)

    Torque

    13,1 kgfm a 4.000 rpm (E)

    Transmissão

    automática, 4 marchas

  • Dimensões

    Medidas

    3,77 m de comprimento, 1,69 m de largura, 1,51 m de altura e 2,46 m de entre-eixos

    Peso

    955 kg

    Porta-malas

    270 litros

 

Aquele interior frio e sem graça do Etios lançado em 2012 ficou para trás. Mesmo na versão avaliada, que poderia sofrer com um acabamento inferior, o hatch já conta com plástico preto brilhante (o famoso “black piano”) no painel e a instrumentação está muito melhor agora que é realizada por dois displays digitais de 4,2” com a tecnologia TFT (thin film transistor). Mais fácil de ler, o conjunto também melhora o aspecto geral da cabine.

Confesso que ao pegar a chave do Etios na mão estava com receio do que poderia esperar da combinação entre câmbio automático de 4 marchas e o motor 1.3 16V, que agora é fabricado no Brasil, conta com comando de válvulas variável e ficou 8 cv mais potente. Hoje fica claro que a Toyota esperou a nacionalização dos motores já que o torque, um ponto-chave quando falamos em carros automáticos, ganhou um incremento de 9% atingindo 13,1 kgfm com etanol. De quebra, o Etios 2017 também deu adeus ao tanquinho de partida a frio e agora conta com bicos injetores com sistema de pré-aquecimento.

O que beneficia de forma indireta o Etios é o seu baixo peso, no caso de 955 kg nesta versão. Não dá para dizer que o Etios 1.3 automático surpreende, mas também está longe de ser um carro apático na hora de rodar. Como é esperado de uma marca com o know-how da Toyota, as 4 marchas estão bem calibradas para lidar com as limitações do motor e ele não tem preguiça de trabalhar: ao menor sinal de que o carro precisa de melhor desempenho, em uma subida íngreme por exemplo, ele atua rapidamente realizando as reduções.

O ar-condicionado até dá uma força para ajudar no desempenho e não prejudicar o consumo. Agora ele conta com um compressor de software mais avançado, que é capaz de desligar o sistema e religar automaticamente após um período constante de uso. Apesar dos números camaradas apurados pelo Inmetro, de 8,2 km/l na cidade e 9,2 km/l na estrada com etanol, durante a avaliação do AUTOO conseguimos registrar uma média de 7,8 km/l com o combustível derivado da cana-de-açúcar, o que está longe de ser ruim. 

Bom para manobrar, com um diâmetro de giro de 9,6 m, a direção elétrica foi recalibrada segundo a Toyota e mantém o peso bem leve e as respostas são adequadas à proposta do Etios, atuando de forma bem progressiva e não tão rápida como se espera em um carro de apelo mais esportivo. A suspensão, com molas e amortecedores revistos, manteve o bom acerto de sempre sendo competente na absorção de irregularidades e dinamicamente correta. O bom nível de silêncio a bordo e a ausência de ruídos de acabamento nos ajudam a lembrar que estamos em um Toyota.

Com um conjunto muito bom, a Toyota acerta em cheio na receita do Etios X automático. Não é errado apostar que as vendas do hatch e do sedã ganhem mais volume daqui para a frente em especial pelo excelente custo-benefício. Ainda falta arrumar o design, mas para quem busca um hatch compacto automático sem gastar muito não há opção melhor do que o Etios.

 
 
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
Toyota Etios 2017
Toyota Etios 2017
 
 

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |