A Toyota anunciou neste sábado, 27, um novo recall para o modelo Corolla fabricado no Brasil. A razão é o possível vazamento de gasolina do sistema de partida a frio, necessário porque o etanol em certas temperaturas baixas não tem poder de detonação.

Segundo a montadora, fissuras identificadas devido a um processo de fabricação falho podem provocar o vazamento do combustível, afetando a segurança do sistema. O recall envolve os modelos XLi, XEi, SEG, GLi e Altis fabricados entre março de 2008 e dezembro de 2010, ou seja, da nova geração do sedã. No total, cerca de 145 mil unidades deverão comparecer à rede da marca.

O atendimento começará a partir de terça-feira, dia 1° de março e envolve a substituição completa do sistema de partida a frio. É necessário agendar o reparo pelo telefone 0800 703 0206 ou pelo site da Toyota: www.toyota.com.br.

Coincidência

Apesar de ter sido anunciado na mesma semana em que a Toyota americana promoveu outro megarecall nos Estados Unidos, o problema brasileiro não tem nenhuma relação com o defeito do tapete que causava a aceleração involuntária do veículo e provocou um desgaste sem igual na imagem da empresa japonesa.

Linha 2011 prestes a chegar

O recall acontece apenas alguns dias antes do lançamento da linha 2011 do sedã, o modelo mais vendido da categoria desde 2009. No final de março, a Toyota mudará levemente o visual do Corolla além de melhorar o desempenho do carro com motores mais potentes e câmbios mais avançados.

Os chassis envolvidos no recall são os seguintes:

Código do chassi Últimos 7 dígitos
9BRBB42E09~9BRBB42EX9 5000542~5055571
9BRBB48E09~9BRBB48EX9 5000541~5055592
9BRBB42E09~9BRBB42EXA 5055598~5116530
9BRBB48E09~9BRBB48EXA 5055594~5116529
9BRBD48E0A~9BRBD48EXA 2500002~2500007
9BRBB42E0A~9BRBB42EXB 5116534~5151708
9BRBB48E0A~9BRBB48EXA 5116531~5126284
9BRBD48E0B~9BRBD48EXB 2500008~2525074

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/