Um segmento que está “bombando” como o dos SUVs compactos não pode ser ignorado. Se a Honda está fazendo muito sucesso com o HR-V, basta ver os números de venda, a rival Toyota já prepara sua resposta. Parecidos até no nome, o Toyota C-HR (Coupé High-Rider) começará a ser vendido na Europa a partir de setembro deste ano e finalmente teve o interior revelado.

Os passageiros terão a disposição no C-HR uma “sala de concertos”, graças ao sistema de som projetado especialmente para o modelo pela JBL. São 9 alto-falantes, 8 canais e 576W de potência. Tudo isso será controlado por uma generosa tela de 8” posicionada com destaque no centro do painel. A Toyota adianta que a interface do sistema é nova e ela também acrescenta o navegador. Destaque para o acabamento bem trabalhado, que mistura diferentes tonalidades como cinza, preto e azul ou preto e marrom. 

 
 
Toyota C-HR 2017
 
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
 
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
 
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
 
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
 
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
 
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
 
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
 
Toyota C-HR 2017
Toyota C-HR 2017
 
 

No campo da tecnologia, o C-HR contará em sua versão mais cara com assistente de estacionamento, frenagem de emergência, piloto automático adaptativo, aviso de saída de faixa de rodagem com correção automática, farol alto adaptativo e reconhecimento de placas de trânsito. Ele também contará com chave presencial e rodas aro 18”.

Partindo da premissa de “estabelecer um elevado padrão de design e qualidade percebida”, o C-HR já é baseado na nova plataforma modular TNGA, a mesma presente no novo Prius, e terá 4,36 m de comprimento, 1,79 m de largura, 1,55 m de altura na versão híbrida e 2,64 m de entre-eixos. Pelo menos na Europa, a gama de motores será bem interessante, contemplando o 1.2 turbo de 116 cv e um 2.0 de 150 cv. O Toyota C-HR também contará com um conjunto de propulsão híbrida com potência combinada de 122 cv. Segundo a Toyota, nessa configuração o C-HR consegue um consumo médio de 27 km/l.

Quando questionado pelo AUTOO sobre a possibilidade de oferecer o C-HR no Brasil, a Toyota do Brasil é evasiva, declarando que trata-se de um modelo específico para a Europa. Contudo, tendo um produto com tantas qualidades nas mãos e sabendo do sucesso que a categoria tem por aqui, dificilmente ele – ou um derivado – ficarão de fora do nosso país. Vamos acompanhar de perto os passos da Toyota por aqui. 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |