Fim da linha para a Mercury, agora definitivamente. Seu fim já tinha sido anunciado em junho, e agora um Grand Marquis apaga a luz na planta de St. Thomas, em Ontario, Canada. A última unidade foi vendida a um empresa que o usará em sua frota particular.
 
Em 71 anos de existência, a Mercury vendeu 21 milhões de veículos. A justificativa da Ford para dar um fim à existência da marca é que enquanto ela vem apresentando crescimento vigoroso nos EUA, a Mercury vinha caindo pelas tabelas. Portanto, nada mais coerente do que fechar a Mercury e destinar os recursos desperdiçados nela justamente na Ford, além da Lincoln, outra marca da empresa. A Mercury foi criada por Edsel Ford, filho de Henry.

Rodrigo Mora

|

Veja mais notícias da marca