Ele sempre foi um modelo que agradou muito na hora de dirigir. Com um tempero dinâmico buscando a esportividade, algo realçado pelas rodas de liga leve aro 18” na versão LTZ, e bem equilibrado na hora de entregar conforto para o dia a dia, o Chevrolet Tracker só não obtém mais sucesso no mercado porque, talvez com um dos principais motivos, peca ao dever recursos de segurança importantes com os controles de tração e estabilidade de série mesmo em sua versão mais cara. A recente tentativa da Chevrolet em oferecer uma configuração mais acessível, porém ainda mais “pelada”, não caiu muito bem no gosto do público.

Mas a Chevrolet só está esperando o estoque nas lojas baixar um pouco para lançar a linha 2017 do Tracker, que talvez poderá sofrer um leve reajuste nos preços, atualmente variando entre R$ 77.790 e R$ 93.750, mas o modelo vai evoluir muito tanto no conjunto mecânico como no nível de equipamentos.

O novo Tracker deverá trazer sob o capô o mesmo conjunto mecânico presente na segunda geração do Cruze, portanto o moderno 1.4 com turbo e injeção direta entregando 153 cv com etanol trabalhando em conjunto com o câmbio automático de 6 marchas. É bem possível que ele também mantenha o start-stop, recurso que ajuda bem na economia de combustível. Com isso, o Tracker será o primeiro modelo da categoria a entrar na era do downsizing, valendo-se da maior eficiência que o turbo confere aos propulsores.

A bordo do Tracker 2017, que deverá manter a excelente ergonomia já vista no modelo atual, também podemos esperar finalmente a inclusão dos controles de tração e estabilidade nas versões mais caras, que também deverão contar com a central multimídia MyLink 2 com os sistemas Android Auto e Apple CarPlay, além de assistentes de ponto-cego, alerta de colisão, dentre outros. Um pacote bem parecido com o oferecido no Cruze.

Outro diferencial do Tracker 2017 será o OnStar, o prático serviço de telemática da Chevrolet que oferece em seu plano completo não só os serviços de concierge como também pode ajudar até na recuperação do veículo. Mesmo se o preço do Tracker completo beirar os R$ 100.000, uma realidade que já existe no segmento como notamos com o Honda HR-V EXL, o modelo da Chevrolet ao menos entregará um pacote bem mais completo.

Por fora, podemos esperar alterações leves para o Tracker 2017 que o deixam mais sintonizados com os produtos mais recentes da marca, com destaque para a nova grade dianteira, novos para-choques e faróis. Na parte traseira, o destaque vai para as novas lanternas. A previsão é que o novo Tracker seja oficialmente revelado em nossa região durante o Salão de São Paulo, que abre as portas para o público no dia 10 de novembro. 

 
 
Chevrolet Tracker 2017
 
Chevrolet Tracker 2017
Chevrolet Tracker 2017
Chevrolet Tracker 2017
 
Chevrolet Tracker 2017
Chevrolet Tracker 2017
Chevrolet Tracker 2017
 
Chevrolet Tracker 2017
Chevrolet Tracker 2017
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |