O hatch C3, da Citroën é um carro mutante. Nascido em 2002 para o lugar do Saxo, o modelo estreou com um estilo de linhas curvas que agradaram em cheio – em que pese o exíguo espaço interno. A segunda geração surgiu em 2009 e pouco aproveitou do projeto original: era mais longa e elegante, com mais requinte e equipamentos incluindo o para-brisa mais longo e o painel antecipando recursos de conectividade.

Mas a terceira geração, que teve as primeiras imagens vazadas antes da apresentação oficial, foi além. O novo C3 2017 nem lembra seus antecessores. Ao contrário, ele bebeu na fonte do C4 Cactus, o crossover de soluções incomuns como os protetores laterais preenchidos com ar.

A Citroën pode ter se antecipado a um movimento que deve se espalhar pelas principais marcas nos próximos anos, o de trocar o hatch urbano por uma mistura de jipinho e esportivo. Só isso para explicar as enormes rodas, frente alta e vidros estreitos do novo C3.

Para completar, a marca francesa também adotou a paleta de cores variada com combinação de duas cores como no exemplar das fotos que vazaram.

 
 
Citroën C3 2017
 
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
 
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
 
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
 
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
 
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
 
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
 
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
 
Citroën C3 2017
Citroën C3 2017
 
 

Câmera HD de bordo

O conjunto agrada numa primeira olhada e deve ficar até melhor em tons um pouco mais sóbrios. Segundo rumores, o hatch terá 4 metros de comprimento, 1,75 de largura e 1,47 m de altura – o que significaria que o novo carro é mais longo, largo e baixo que o atual.

Uma novidade em segurança é bem curiosa: o C3 será equipado com uma câmera HD que fará fotos e vídeos curtos para registrar possíveis acidentes.

Veremos o novo C3 no Salão de Paris em outubro, mas aqui no Brasil a mudança deve demorar um pouco para se concretizar.

Veja também: T-Cross deve dar origem ao primeiro jipinho da Volks no Brasil

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |