Ainda que tímido, o mercado de importados vem crescendo significativamente. Em fevereiro, a alta sobre janeiro foi de 24,2%, garantindo uma participação de 4,59% dentro do mercado total. No mês passado, a venda de importados chegou a 11.893 unidades, contra 9.572 do primeiro mês do ano. Os dados se referem somente aos associados da Abeiva (Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores), e não considera os veículos vindos do México e da Argentina, que não pagam taxa de importação.

Já na comparação com fevereiro de 2010, quando foram comercializados 5.340 unidades, a alta é de 122,7%.

Em números absolutos, o mercado de importados é pequeno, mas vem mostrando grande evolução. “O crescimento obtido por importadores oficiais, em fevereiro, foi quase o dobro da média do mercado brasileiro de automóveis, que foi de 12,6%”, explica o presidente da Abeiva, José Luiz Gandini.

Previsões

Se em 2009 e 2010 os associados da Abeiva venderam 43.365 e 105.858 unidades, respectivamente, a previsão é que este ano encerre com 165.000 emplacamentos de importados, segundo a entidade. “O emplacamento mensal, ao longo do ano, tem de ser de 13,7 mil unidades. E ainda não conseguimos chegar a esta média mensal. A partir de março, porém, acreditamos que as nossas associadas passem a emplacar volumes superiores a esta média mensal deste início de ano”, conclui Gandini.

Marcas

A marca líder de vendas entre as associadas da Abeiva continua sendo a Kia Motors, que emplacou em janeiro e fevereiro 10.553 carros. E as chinesas, que aos poucos estão se fazendo mais presentes no Brasil, vêm em seguida. A segunda colocada é a Chery, com 1.844 comercializações, enquanto a terceira posição fica com a Effa Hafei.

Elas devem, no entanto, ser desbancadas pela JAC, que promete vender em 2011, ano de estreia no mercado brasileiro, nada menos que 35.000 unidades. As associadas da Abeiva são Aston Martin, Audi, Bentley, BMW, Chana, Chery, Chrysler, Dodge, Effa Changhe, Effa Hafei, Ferrari, Hafei Motor, Haima, JAC Motors, Jaguar, Jeep, Jinbei Automobile, Kia Motors, Koenigsegg, Lamborghini, Land Rover, Lifan, Maserati, Mini, Pagani, Porsche, Spyker, Ssangyong, Suzuki e Volvo.

Rodrigo Mora

|