As vendas de automóveis e comerciais leves no Brasil crescerem 6,7% entre janeiro e julho deste ano em relação ao primeiro trimestre de 2009, mantendo o País na quinta posição do ranking mundial, com 1.780.257 unidades comercializadas no período. A alta aproxima o Brasil da Alemanha, na quarta posição, que viu suas vendas despencarem 27,5% nos primeiros seis meses do ano. “A Alemanha não está conseguindo segurar a 4ª posição e o Brasil deve assumir esta colocação e permanecer sólido até o final do ano”, prevê Luiz Carlos Augusto, diretor superintendente da Jato Dynamics do Brasil, que divulgou o ranking. 

Na liderança continua a China, que cresceu de janeiro a julho deste ano 45,6%, ultrapassando a marca de 7,4 milhões de automóveis – diferente dos outros países do ranking, são consideradas aqui apenas as vendas de carros. Em segundo lugar aparecem os EUA, com alta de 15%, e Japão, que cresceu 19,9%. Segundo a JATO, o destaque fica para a Índia, que viu seu mercado crescer 38% e ultrapassar o da Itália.

Entre as marcas, a Toyota segue à frente, apesar dos sucessivos recalls pelos quais passam seus automóveis. Depois da fabricante japonesa, vêem Ford, Volkswagen e Chevrolet.

Rodrigo Mora

|