Ao que tudo indica, não veremos queda nas vendas de importados tão cedo. Março é mais um mês que registrou alta sobre o anterior, ao vender 17,6% a mais do que fevereiro – que por sua vez já havia evoluído 24,5% sobre janeiro. Foram 13.989 emplacamentos, contra 11.893 de fevereiro, alta que eleva a participação dos importados das associadas da Abeiva (Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores) de 4,59% para 4,84% do mercado total.

No acumulado de janeiro a março, as vendas de importados da Abeiva somam 35.430 unidades, montante 87,3% superior aos emplacamentos do primeiro trimestre de 2010 (18.912 unidades). Do total de veículos importados (considerando aqueles trazidos por marcas não associadas à entidade), 19,5% são das associadas da Abeiva.

“Na comparação entre março de 2011 e março de 2010, enquanto o mercado interno registrou queda de 14,4%, as nossas associadas cresceram 62,3%. Vários motivos contribuíram com esse cenário, a começar pelo início de operação de novas empresas importadoras, a participação expressiva de veículos importados de ‘de entrada’ e o avanço significativo dos automóveis importados do segmento B e de utilitários esportivos”, analisa José Luiz Gandini, presidente da Abeiva.

“A nossa entidade co-irmã, a Anfavea, divulgou esta semana que o setor de importação cresceu 28,2% genericamente, enquanto as montadoras aqui instaladas sofreram queda de 2,1%. É imprescindível a explicação de que do total de 181,8 mil unidades importadas, 80,5% são de responsabilidade da Anfavea”, conclui Gandini. Na comparação com igual período de 2010, março último mostrou aumento de 62,3%. Foram 13.989 unidades emplacadas contra 8.618 veículos de março do ano passado.

As associadas da Abeiva são Aston Martin, Audi, Bentley, BMW, Chana, Chery, Chrysler, Dodge, Effa Changhe, Effa Hafei, Ferrari, Hafei Motor, Haima, JAC Motors, Jaguar, Jeep, Jinbei Automobile, Kia Motors, Koenigsegg, Lamborghini, Land Rover, Lifan, Maserati, Mini, Pagani, Porsche, Spyker, Ssangyong, Suzuki e Volvo.

Rodrigo Mora

|