A esperada parceria da Volkswagen com uma montadora chinesa se confirmou: a empresa alemã e a local FAW anunciaram a criação da Kaili, marca específica para o mercado chinês que, a princípio, será responsável pelo desenvolvimento de veículos elétricos para passageiros – data de lançamento do primeiro modelo e perfil dos carros, no entanto, não foram revelados.

Apesar de liderar as vendas na China, a VW reclama de não competir em 20% do mercado. Por outro lado, os chineses se beneficiam da tecnologia e do know how que, ao menos por enquanto, as marcas tradicionais têm muito mais. A criação da Kaili se assemelha à Baojun, marca criada pela General Motors e as chinesas SAIC e Wuling – com a diferença de que esta é destinada e veículos de baixo custo. 

Rodrigo Mora

|