A Volkswagen exibiu uma versão diferenciada do Fox, batizada de Pepper (pimenta, em inglês), durante o Salão do Automóvel de São Paulo para medir a recepção do público. E, de acordo com a marca, o modelo foi sucesso de aceitação. A nova variante do hatch acaba de chegar às concessionárias apostando no público jovem, baseado na versão topo de linha do modelo, a Highline, o Fox Pepper tem preço sugerido de R$ 53.500. Em comparação com seu modelo de base, há um aumento de R$ 1.320, que compensa pela lista de equipamentos mais recheada, que inclui controle eletrônico de estabilidade e de tração. 

No visual, o novo Volkswagen Fox Pepper apresenta uma mistura de carro esportivo com aventureiro. Nos diferenciais, o modelo apresenta para-choque dianteiro mais robusto com aplique em Chrome Effect ou na cor do veículo (dependendo da tonalidade da carroceria) e faróis auxiliares com tripla função (faróis de neblina, faróis de longo alcance e luzes de conversão estática), encontrados no CrossFox.

Há ainda grade frontal do tipo colmeia com friso vermelho, inspirado no Golf GTI, faróis e lanternas escurecidos, adesivo de uma pimenta abaixo dos retrovisores em alusão ao nome da versão, rodas de liga-leve de 15 polegadas com desenho exclusivo (ou de 16 polegadas com efeito diamantado, como opcional) e parte inferior das portas também em Chrome Effect (para veículos nas cores preto e prata) ou na cor do veículo (para veículos nas cores branco e vermelho).

 
 
Volkswagen Fox Pepper Volkswagen Fox Pepper
Volkswagen Fox Pepper Volkswagen Fox Pepper
Volkswagen Fox Pepper Volkswagen Fox Pepper
Volkswagen Fox Pepper Volkswagen Fox Pepper
Volkswagen Fox Pepper Volkswagen Fox Pepper
Volkswagen Fox Pepper Volkswagen Fox Pepper
 
 

O conjunto é finalizado pela moldura nas caixas de roda, para-choque traseiro com difusor de ar em preto brilhante, ponteira de escapamento dupla e teto pintado na cor Preto Ninja. Para os modelos na cor branco, vermelho e prata, há a coluna central com adesivo preto brilhante e rodas de liga-leve na cor preta nas hastes internas e diamantadas na face externa. Já para os veículos na cor preto, há apenas as rodas.

O interior traz soleira das portas com o nome do modelo, saídas de ar com aros pintados em vermelho, volante revestido em couro com costuras na cor vermelha, cinzeiro com o logotipo da versão e a inscrição “Fox Pepper” em adesivo resinado, bancos em couro sintético na cor cinza e com figurino diferenciado, apoios dos assentos dianteiros e painéis de porta com aplique em vermelho, nome da série bordado nos encostos dianteiros e sobretapetes dianteiros e traseiros com pinos de fixação para a peça do motorista.

E apesar do nome sugerir um desempenho mais agressivo, a nova versão usa o motor 1.6 litro, da família EA211, de até 120 cavalos, com direito a quatro válvulas por cilindro, sistema de partida a frio aquecida, coletor de escape integrado ao cabeçote, bloco e cabeçote de alumínio, comando variável de válvulas, duplo circuito de arrefecimento e duplo comando de válvulas integrado à tampa do cabeçote.

Junto ao propulsor está o câmbio manual de seis marchas. De acordo com o divulgado, o Volkswagen Fox Pepper vai de 0 a 100 km/h em 9,8 segundos e atinge velocidade máxima de 189 km/h.

Nos demais equipamentos, o Pepper oferece sistema multimídia RNS315, o mesmo da linha Passat e Tiguan, com tela sensível ao toque de 5,5 polegadas; assistente de partida em rampas; e bloqueio eletrônico do diferencial. O modelo está disponível nas cores Vermelho Tornado, Prata Sargas, Branco Cristal e Preto Ninja.

Redação

Redação |