O icônico Volkswagen Fusca (conhecido como Beetle em outros mercados), que atualmente está em sua terceira geração, pode deixar de fazer parte da gama da montadora. De acordo com uma publicação do jornal alemão Spiegel, a marca tem como objetivo atingir uma redução de custos de 5 bilhões de euros até meados de 2017 e a descontinuação do cupê ajudaria nessa missão.

Ao que tudo indica, além do corte de custos, esta decisão está ligada também as baixas vendas dos modelos cupês em diversas partes do mundo. A Volkswagen deve deixar de fabricar também a versão três portas do Polo em sua próxima geração, prevista para chegar às revendas daqui dois anos, já que os compactos de três portas também enfrentam uma crise no mercado. Apenas com o hatch, a montadora vai economizar cerca de 200 milhões de euros.

Além disso, o Fusca, assim como o Polo, não conta com a plataforma modular MQB, que já equipa alguns modelos da Volkswagen e deve ser usada em boa parte dos futuros lançamentos, e é certo que a marca não deve migrar o cupê para a linha de carros com a nova estrutura. 

 
 
Volkswagen Fusca 2013 Volkswagen Fusca 2013
A nova geração do carro está mais fiel ao modelo original A nova geração do carro está mais fiel ao modelo original
Com motor de 200 cv, o Fusca anda como um esportivo Com motor de 200 cv, o Fusca anda como um esportivo
O painel curto, como do antigo Fusca, deixou o carro mais espaçoso O painel curto, como do antigo Fusca, deixou o carro mais espaçoso
O motor 2.0 Turbo gera 200 cv e 28,5 kgfm de torque O motor 2.0 Turbo gera 200 cv e 28,5 kgfm de torque
 
 
Redação

Redação |