Assim como aconteceu com o Fox, a atual geração do Gol vai receber mais de uma reestilização para aguentar até a chegada de uma versão totalmente nova. Segundo o site Automotive Business, a Volkswagen já encomendou componentes para o novo modelo. Além do hatch, o sedã Voyage e a picape Saveiro deverão passar pelas mesmas mudanças. A produção está prevista para começar em janeiro de 2016, logo a estreia no mercado deve acontecer ainda no primeiro trimestre.

Ainda não há detalhes a respeito das mudanças da família Gol para a linha 2017, mas é bem provável que os modelos sigam a linha do Fox. Os compactos devem apresentar linhas mais agressivas, com direito a uma dianteira mais agressiva com novos faróis, grade e para-choque, e traseira com novas lanternas, tampa do porta-malas e para-choque, provavelmente com certa inspiração no Golf.

Já o interior deve passar por melhorias para seguir a nova tendência dos compactos, que agora oferecem uma cabine com formas mais modernas e novos itens, como central multimídia com tela sensível ao toque. Logo, é de se esperar por alterações profundas no painel para adotar o sistema da Volkswagen com Apple CarPlay e Android Auto. O volante do novo Golf deverá ser outra novidade.

Na gama de motores, os modelos Gol, Voyage e Saveiro podem adotar o novo motor 1.0 litro de três cilindros, que rende até 82 cavalos, no lugar do atual 1.0 quatro cilindros. O novo bloco 1.6 litro de 120 cv também pode ser oferecido em outras versões além da Rallye do Gol, da Highline do Voyage e da Cross da Saveiro.

Próxima geração com plataforma MQB

Ainda de acordo com fontes ligadas à Volkswagen, a sexta geração do Volkswagen Gol pode ser construída a partir da plataforma modular MQB, que atualmente já serve 43 modelos do Grupo VW, como Golf e Audi A3. No entanto, o novo modelo deve ser lançado no mercado somente entre 2018 e 2019. 

Redação

Redação |