Os atuais câmbios robotizados, oferecidos em versões como a gama I-Motion na Volkswagen ou Dualogic na Fiat, estão longe de ser unanimidade entre o público e a imprensa especializada. Os “soluços” a cada troca de marcha quando operam no modo automatizado não favorecem o conforto e afastam as transmissões robotizadas do mesmo nível de conforto que encontramos em modelos com câmbios automáticos, de dupla embreagem ou com relações continuamente variáveis (CVT).

No caso da Volkswagen, que já trabalha em ritmo acelerado para colocar no mercado a partir de 2018 sua nova família de compactos que vai substituir o Gol e o Voyage, além de introduzir um inédito SUV e uma picape, a fabricante alemã não vai deixar de lado o Fox pelo menos nesse momento. Sua variante station wagon, no caso a SpaceFox e a aventureira Space Cross, também serão presenteados com melhorias.

A principal delas reside na troca justamente do câmbio robotizado ASG presente em algumas versões da linha Fox. A Volkswagen, segundo relatou o Argentina Autoblog, já testa no país vizinho os modelos com a transmissão automática Tiptronic de 6 marchas, a mesma oferecida no Golf e no Jetta por aqui. No caso do hatch médio, a caixa automática trabalha em conjunto com o motor 1.6 16V de 120 cv, mesmo conjunto que deverá ser aplicado no Fox. Com isso, o hatch e a station wagon deverão tornar-se mais competitivos dentro dos respectivos segmentos. 

A transmissão já é usada há um bom tempo dentro da gama Volkswagen, contudo ainda tem seus méritos, como as 6 marchas. Com isso, o Fox ganhará mais atributos para disputar mercado com modelos como o Chevrolet Onix e o Hyundai HB20, o primeiro e o segundo carros mais vendidos do Brasil. Ambos oferecem câmbios automáticos de 6 marchas. O Toyota Etios, por exemplo, ainda está em uma caixa com apenas 4 velocidades, enquanto o Ford Ka sequer tem uma opção automática. 

A troca do câmbio robotizado ASG pelo automático convencional, com conversor de torque, seguramente será uma excelente iniciativa da Volkswagen, já que as transmissões automatizadas deverão ocupar cada vez menos espaço no mercado, ficando limitadas a modelos de entrada. O sucessor do Fiat Palio, oriundo do projeto X6H, também não deverão utilizar o câmbio Dualogic, utilizando no lugar uma caixa automática de 6 marchas.

Ainda não sabemos quando a Volkswagen lançará o Fox e a linha SpaceFox e Space Cross com o câmbio automático, mas, a julgar pelo ritmo dos testes, é bem possível que a estreia ocorra ainda neste ano inaugurando a linha 2018 dos modelos. 

César Tizo

César Tizo |