Volkswagen e Ford levaram bem a sério a ideia de que furgões precisam ser rápidos em suas entregas. As duas montadoras apresentaram durante o Commercial Vehicle Show, em Birmigham (Inglaterra), variantes esportivas das suas vans.

Repaginada no ano passado, a Volkswagen Caddy Racer traz motor 2.0 de 270 cv, acompanhado de um câmbio de seis marchas desenvolvido para as pistas. Já o eixo traseiro foi substituído pela suspensão multilink do Golf, enquanto os amortecedores dianteiros são ajustáveis e os freios, de discos ventilados. As rodas são especiais para corrida, de 18 polegadas.

Assim como a Caddy Racer anterior, a nova será pilotada pelo diretor de Veículos Comerciais da VW, Simon Elliott, durante a Volkswagen Racing Cup.

A Ford fez trabalho similar ao da Volks: pegou a Transit e substituiu seu motor original por um bloco de 3.2 litros turbodiesel, de 200 cv, também acoplado a uma transmissão de seis velocidades. Incrementam a van seu kit aerodinâmico e a clássica pintura branca com faixas azuis.

No entanto, embora carregue uma história de Supervans – que começa em 1971 com um modelo baseado no GT40, passa por uma versão equipada com motor Cosworth V8 em 1984 e até mesmo uma Supervan com motor de Fórmula 1 de 650 cv em 1995 – Transit que aparece no evento inglês é apenas um protótipo, e não será usada na prática.

Rodrigo Mora

|