Assim como a General Motors fez com a Baojun, a Volkswagen planeja a criação de uma marca de baixo custo voltada para o mercado chinês. Segundo informações do site norte-americano Automotive News, a montadora alemã atualmente estuda a viabilidade do projeto com a First Auto, sua parceira na China, tentando descobrir o quanto a iniciativa faria sua participação naquele mercado crescer.

Apesar de liderar as vendas na China, a empresa alega não competir em 20% do mercado, justamente aquele composto por carros baratos – e crucial dentro do seu objetivo de se tornar a número 1 do mundo até 2018. A Volks teria o aval do governo chinês, já que é positivo para o país que montadoras estrangeiras se instalem por lá, compartilhando sua tecnologia e know how com as fabricantes locais.

Rodrigo Mora

|