A Volkswagen apresentou na noite desta terça-feira (24) um gostinho da oitava geração do Passat, que está com o início das vendas confirmado para os primeiros meses de 2016.

Importado da Alemanhã, o novo Passat vai disputar mercado com o bem-sucedido Ford Fusion e terá condições para fazer bonito por aqui.

O grande salto do sedã está no uso da nova plataforma modular MQB, que ajuda até na otimização do espaço interno. O Passat ficou 2 mm mais curto (totalizando 4.767 mm), porém o entre-eixos cresceu 79 mm, passando para 2.791 mm. Com o balanço dianteiro (a distância do dentro da roda até a ponta do para-choque) 29 mm menor e o traseiro reduzido em 17 mm, a cabine ganhou 33 mm. Bem mais equipado, o novo Passat vai desembarcar por aqui em duas versões, a Comfortline (R$ 144.500) e a Highline (R$ 151.300). 

A primeira, de entrada, conta com start-stop, bancos dianteiros com aquecimento e regulagem elétrica do encosto do motorista, seis airbags (dianteiros, laterais e tipo cortina), ar-condicionado Climatronic com três zonas de resfriamento – motorista, passageiro e ocupantes do banco de trás –, iluminação em LED na região dos pés, relógio analógico no painel, sistema Kessy (acesso ao veículo sem uso de chave e partida por botão no console) e sistema de infotainment Discover Media, com tela sensível ao toque (touchscreen) de 6,5”, colorida, de alta resolução e conectividade avançada com os smartphones por meio da tecnologia Volkswagen App-Connect.

 
 
Volkswagen Passat 2016 Volkswagen Passat 2016
Volkswagen Passat 2016 Volkswagen Passat 2016
Volkswagen Passat 2016 Volkswagen Passat 2016
Volkswagen Passat 2016 Volkswagen Passat 2016
Volkswagen Passat 2016 Volkswagen Passat 2016
Volkswagen Passat 2016 Volkswagen Passat 2016
Volkswagen Passat 2016 Volkswagen Passat 2016
Volkswagen Passat 2016 Volkswagen Passat 2016
 
 

O Passat Comfortline também conta com porta-luvas refrigerado, volante multifuncional, rodas de liga leve aro 18”, computador de bordo, controlador de velocidade de cruzeiro e o prático recurso Easy Open, que permite abrir a tampa do porta-malas apenas passando os pés abaixo do para-choque traseiro. O sistema ajuda muito quando você está com as mãos ocupadas, por exemplo. O único opcional do Passat Comfortline, adianta a Volkswagen, será o teto solar panorâmico com acionamento elétrico.

Já o Passat topo de linha, na configuração Highline, acrescenta bancos dianteiros com ajuste elétrico, aquecedor e apoio lombar com massageador para o motorista; memória para o banco do motorista e função “easy entry” – que recua automaticamente o banco para ampliar a área de acesso ao veículo e o retorna à posição original; câmera traseira de auxílio ao estacionamento e retrovisores externos elétricos com memória do lado do motorista.

Na opção Highline, o Passat também traz de série os modernos faróis com iluminação por leds e o sistema DLA (Assistente de Luz Dinâmica), que regula automaticamente o facho alto.

Além do teto solar panorâmico, o Passat Highline terá como opcional o pacote Premium, que contempla a central multimídia com tela de 8”, sistema de som Dynaudio Confidence com 700W de potência distribuídos em 11 alto-falantes, assistente de estacionamento (Park Assist 3.0), controle de velocidade de cruzeiro adaptativo (ACC), painel digital programável e o aviso de mudança de faixa (side assist).

O motor, por sua vez, segue um 2.0 TSI, mas equipado com as soluções de economia de combustível BlueMotion Technology e 220 cv de potência. O torque agora é de 35,7 kgfm, ou 7 kgfm a mais em relação ao Passat da geração anterior. Segundo a VW, o sedã é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em bons 6,7 segundos e atingir 246 km/h de velocidade máxima. 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |