A Volkswagen está apresentando no Salão de Genebra, na Suíça, o novo sedã Phideon. Apesar de sua estreia estar acontecendo no evento europeu, o modelo será uma exclusividade para o mercado chinês e por lá vai se posicionar acima do Passat na linha, sendo o carro mais luxuoso (e caro) da montadora alemã.

O novo Phideon tem design semelhante à de outros modelos da Volkswagen, em especial o próprio Passat. A plataforma do sedã é a modular MLB, projetada para carros com motor longitudinal, sendo o primeiro veículo da marca a usar esta nova base, com direito a respeitáveis 5,05 metros de comprimento, 1,87 m de largura e 1,48 m de altura.

De acordo com a própria empresa, o novo Volkswagen Phideon “posiciona-se como um sedã esportivo e também como uma limusine para o uso com motorista particular”. O modelo dispõe de um modo que possibilita aos passageiros controlar funções do sistema de entretenimento no painel, além de um Active Info Display para o condutor. 

O sedã estará disponível em duas versões: 2.0 TSI, com tração dianteira, e 3.0 V6 TSI, de 300 cv, com tração integral 4MOTION. Em breve, haverá ainda uma variante híbrida plug-in. Desenvolvido na Alemanha em parceria com a fabricante chinesa SAIC, o carro será produzido a partir do segundo semestre. Os preços ainda não foram divulgados. 

 
 
Volkswagen Phideon 2017
 
Volkswagen Phideon 2017
Volkswagen Phideon 2017
Volkswagen Phideon 2017
 
Volkswagen Phideon 2017
Volkswagen Phideon 2017
Volkswagen Phideon 2017
 
Volkswagen Phideon 2017
Volkswagen Phideon 2017
Volkswagen Phideon 2017
 
Volkswagen Phideon 2017
Volkswagen Phideon 2017
Volkswagen Phideon 2017
 
Volkswagen Phideon 2017
Volkswagen Phideon 2017
 
 
Leonardo Andrade

Leonardo Andrade |