Audi A4 cresce para se distanciar do irmão A3 Sedan

Novos A4 e A4 Avant estão maiores e mais leves em até 120 quilos

Audi A4 2016 | Imagem: Divulgação

Depois de longos oito anos, a Audi anunciou a chegada da nova geração do modelo A4. Para recompensar a demora, o sedã e a perua (Avant) receberam melhorias em todos os sentidos, o que inclui uma redução de peso de até 120 quilos.

No visual, como de costume entre os modelos convencionais da Audi, não há muita ousadia. Tanto o A4 Sedan como o A4 Avant formam um certo equilíbrio entre os rivais Mercedes-Benz Classe C, que apela mais para um lado mais refinado, e BMW Série 3, que tem uma proposta mais esportiva.

A dianteira do Audi A4 traz linhas mais agressivas, com grade hexagonal e faróis com luzes diurnas de LED. Nas laterais, o destaque fica por conta do vinco que começa nos faróis e termina nas lanternas. Já na traseira, as lanternas trazem um desenho mais moderno, com formato mais espichado, invadindo a tampa do porta-malas.

Mais distante do A3 Sedan

Em relação a geração anterior, o novo modelo está 25 milímetros mais comprido e 16 mm mais largo, com distância de entre-eixos 12 mm maior, agora com 4,73 m de comprimento, 1,84 m de largura, 1,43 m de altura e 2,82 m de entre-eixos. Além disso, o coeficiente de arrasto foi reduzido para 0,23 no sedã e 0,26 na perua. A preocupação é afastar o modelo do irmão menor A3 Sedan, que passou a ser o carro mais acessível da marca.

Como resultado, o Audi está mais espaçoso no interior. Os ocupantes traseiros ganharam 23 mm no espaço para as pernas. No porta-malas, há capacidade para 480 litros no caso do Audi A4 Sedan e 505 l no A4 Avant (volume que pode crescer para 1.510 l com o rebatimento dos bancos traseiros).

Nas demais novidades, o painel agora está mais moderno, com destaque para o painel de instrumentos de 12,3 polegadas e a iluminação ambiente em LED com 30 cores diferentes.

Entre os itens de série, há um sistema multimídia com tela de 8,3 polegadas, controles por voz, sistemas Android Auto e Apple CarPlay, WiFi hotspot e conectividade LTE, sistema de entretenimento traseiro com duas telas de 10,1 polegadas, sistema de som Bang & Olufsen, entre outros.

A redução de peso do Audi A4 é resultado da nova plataforma MLB Evo, registrando ganhos na dinâmica e no desempenho.

A gama de motores vai dispor de versões de quatro e seis cilindros a gasolina a diesel, o que inclui o 1.4 TFSI (150 cv e 25,5 kgfm), 2.0 TFSI (190 cv e 32,6 kgfm ou 252 cv e 37,7 kgfm), 2.0 TDI (150 cv e 32,6 kgfm ou 190 cv e 40,8 kgfm) e 3.0 TDI (218 cv e 40,8 kgfm ou 272 cv e 61,2 kgfm). A transmissão é uma manual de seis marchas ou automatizada S tronic de sete velocidades e dupla embreagem.

O Audi A4 Avant vai contar ainda com uma versão equipada com um motor 2.0 TFSI de 170 cv e 27,5 kgfm, com gás comprimido, capaz de entregar consumo médio de 25 km/l e autonomia de 500 km com o gás e outros 450 km com o tanque de gasolina.

A estreia do novo Audi A4 no mercado brasileiro deve acontecer no primeiro semestre do ano que vem. 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!