Audi, Mercedes e Google recebem licenças para testar carros autônomos

Governo do EUA, entretanto, exige que os modelos possam ter intervenção do motorista

Lexus RX 450h com o sistema Google Self-Driving Car | Imagem: Divulgação

Os carros autônomos deverão realmente ganhar força nos próximos anos. O Estado da Califórnia (EUA) legalizou na última semana a circulação de veículos desse tipo pelas vias do estado norte-americano a partir do dia 1º de janeiro de 2015. Foram concedidas 29 licenças para carros sem motoristas das alemãs Audi e Mercedes-Benz e também do gigante da tecnologia Google. Outras empresas do ramo esperam pela aprovação para colocar seus modelos em circulação.

O Google ficou com a maior parte das permissões. A empresa vai colocar nas ruas e estradas californianas 25 modelos do Lexus RX 450h. A Audi e a Mercedes ficaram com duas licenças cada uma para testes em carro de luxo, de acordo com Bernard Soriano, responsável pelo Departamento de Veículos Automotores (DMV).

Veja mais: FBI teme que carro autônomo seja usado como arma

Anteriormente, os automóveis adaptados podiam rodar apenas em vias particulares. Entretanto, agora que está permitida a circulação dos veículos autônomos em ruas e estradas, o governo da Califórnia requer algum tipo de controle do motorista para os testes, para que seja capaz de interferir na condução caso alguma coisa dê errado.

Veja mais: Google cria carro autônomo próprio, sem pedais nem volante

Portanto, com essa solicitação, o Google não vai poder colocar em circulação seu protótipo apresentado em maio deste ano, já que o modelo não possui volante, pedais de acelerador e de freio, o que impossibilita a intervenção de uma pessoa.

A Audi destacou que foi a primeira fabricante a possuir permissão para testar esse tipo de modelo no estado de Nevada em 2012.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!