BMW pode desistir de cobrar por Apple Car Play

Nova geração de modelos da marca demanda pagamento de anuidade para o uso do sistema de espelhamento
BMW Série 3 2017

BMW Série 3 2017 | Imagem: Divulgação

Desde 2018, os carros da BMW equipados com o sistema de espelhamento de smartphones Apple Car Play cobravam US$ 80 (R$ 335) por 12 meses desse serviço, ou US$ 300 (R$ 1.256) por 240 meses. No entanto, a prática não foi bem recebida e a marca está desistindo da cobrança, de acordo com o site britânico Autocar. Até agora, já foi confirmado que os mercados do Reino Unido e dos EUA, não cobrarão mais pelo serviço.

De acordo com a BMW, a cobrança vinha por conta da necessidade de instalação de hardwares específicos no carro para permitir o uso do Apple Car Play sem a necessidade de fios, algo que não é possível em aplicações normais e aumenta os custos e a complexidade do sistema de entretenimento dos carros. A Apple, no entanto, não cobrava nada da BMW.

Para quem não tem um smartphone da Apple, a opção do sistema de espelhamento do Google, o Android Auto, não está disponível na maioria dos carros de marcas premium, como Porsche e a própria BMW. As marcas alegam que a maioria de seus clientes não usam telefones com sistema operacional Android, não compensando os custos de licenciar e desenvolver uma multimídia com tal funcionalidade. Mas o site australiano CarAdvice afirma que a marca bávara já estuda tal possibilidade devido a alta demanda do público.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!