Carros chineses de grandes montadoras: prepare-se para uma nova realidade

Cada vez mais a China vai liderar projetos para mercados emergentes
Acima o Chevrolet Tracker Redline lançado em maio deste ano na China

Acima o Chevrolet Tracker Redline lançado em maio deste ano na China | Imagem: Divulgação

Você conta com algum preconceito ou ainda não está completamente convencido a comprar um carro de origem ou projetado na China? Pois bem, é melhor você ir se acostumando com uma nova realidade: cada vez mais os modelos destinados para mercados emergentes, como é o caso do Brasil, serão desenvolvidos na potência asiática, revelando como a indústria de lá progrediu nos últimos anos.

Um bom exemplo da habilidade que os chineses alcançaram pode ser vista na nova família de compactos globais da GM, que, aqui no Brasil, dará origem à nova geração da dupla Onix e Onix Sedan, bem como ao completamente novo Chevrolet Tracker.

Essa família, conhecida pela plataforma GEM (Global Emerging Markets), foi desenvolvida pela General Motors em parceria com a SAIC na China por meio da joint venture que as empresas mantém no país. Além de criar produtos específicos para mercados com gostos e características semelhantes por parte dos consumidores, o custo de desenvolvimento dos veículos torna-se bem mais competitivo quando é realizado na China. 

No caso da gama GEM, que será composta por 5 carrocerias, seu desenvolvimento também contou com uma boa participação do time brasileiro da GM bem como outros profissionais da América do Sul pelo bom retrospecto da região no desenvolvimento de carros compactos. "Um extenso estudo internacional foi realizado para entender as necessidades dos consumidores de cada região em relação a design, motorização, espaço interno e tecnologias inovadoras, como as de conectividade. Aproximadamente 1.800 especialistas de 14 países trabalham no projeto nas diversas instalações de desenvolvimento de produto da GM ao redor do mundo, incluindo o Campo de Provas da Cruz Alta, em Indaiatuba (SP) – o maior do Hemisfério Sul", explica a fabricante em comunicado. 

Outra marca que pega carona na estratégia da GM foi a conterrânea Ford. Modelo que foi apresentado ao público brasileiro ano passado durante o Salão de São Paulo, o Territory é um SUV que foi concebido e criado pela marca norte-americana com a chinesa JMC. Com isso, a Ford conseguiu criar um SUV de médio porte com um valor que promete ser mais acessível do que o Kuga/Escape de nova geração, portanto com mais chances de sucesso comercial no Brasil, caso efetivamente seja a escolha da marca para nosso país.

Entre as companhias europeias, podemos destacar como outro produto global oriundo do desenvolvimento chinês é o Volkswagen Tarek. O modelo, que na China adota o nome Tharu, também será fabricado na Argentina e trata-se de um SUV de médio porte também pensado para entregar um custo-benefício mais competitivo dentro de seu segmento. O Tharu ou Tarek resultou da colaboração entre alemães e chineses em sua concepção e projeto, sendo que ele deverá estrear no Brasil dentro de um a dois anos.

Como podemos ver, o tempo em que os carros chineses eram apenas “clones” dos modelos ocidentais já ficou no passado. Se, por um lado obrigava pesadas condições às grandes empresas globais que desejavam se instalar no país ao forçá-las a estabelecer vínculos com fabricantes locais, esse formato de industrialização na China ajudou a fazer com que seus técnicos e engenheiros ganhassem cada vez mais know-how. Com isso, o país tornou-se uma potência econômica e hoje exporta também avanços técnicos significativos.

Mesmo entre as marcas de origem chinesa, como a JAC e a Chery (hoje atuando no Brasil em conjunto com a CAOA) é notável o avanço em seus carros como T80 e Tiggo 7, apenas para citar dois exemplos, são capazes de demonstrar.

Logo, é bom deixar de lado qualquer preconceito: ao que tudo indica, os chineses estão trilhando o mesmo caminho de japoneses e sul-coreanos de uma forma bem rápida e logo mais vão convencer a todos de sua capacidade de construir ótimos automóveis.

 

CAOA Chery Tiggo 7 2019
CAOA Chery Tiggo 7 2019
Imagem: Divulgação