O principal lançamento da Chevrolet em 2011 já roda praticamente sem disfarces no Brasil. É o que constatou o leitor Ricardo B. Pizetta que flagrou o sedã Cruze no interior de São Paulo.

O exemplar fotografado por Ricardo está emplacado, ou seja, já é um modelo de produção, provavelmente para uso interno da General Motors já que a placa é de São Caetano do Sul, onde fica a matriz da montadora.

A versão das fotos é a LT, mais simples e que deve custar a partir de R$ 65.000. Confirmam isso a régua da tampa do porta-malas sem cromado (exclusivo da versão top LTZ), rodas com cinco raios e outros detalhes cromados. Além disso, o sensor de estacionamento também está ausente no pára-choque traseiro. Em compensação, a Chevrolet oferecerá faróis de neblina de série, item não presente no LT vendido nos Estados Unidos, por exemplo.

O Cruze flagrado exibia poucos disfarces, apenas apliques de fita para omitir as logomarcas da Chevrolet além de um curioso aplique nos raios das rodas de propósito pouco claro. Outra diferença em relação ao modelo americano são os repetidores de direção localizados na parte posterior dos para-lamas dianteiros.

Lançamento na Alemanha

O modelo será fabricado no Brasil nas versões sedã e hatch que aposentarão o Vectra sedã e GT, conforme antecipamos em maio. E não será só isso. O Cruze também trará um frescor em termos de equipamento que há muito se reclama na Chevrolet. O motor 1.8 16V Ecotec, de 140 cv e o câmbio automático seqüencial de seis marchas substituem o antigo motor 2.0 Flexpower e a transmissão automática de quatro marchas utilizados há muitos anos.

Mais largo e moderno, o Cruze também colocará a Chevrolet em posição de protagonista no segmento, coisa que não acontece desde o início dos anos 2000. Para marcar a virada, a GM lançará o Cruze na Alemanha, dias antes do Salão de Frankfurt, o mais importante do gênero no mundo.

Agradecemos ao leitor Ricardo B. Pizetta pela contribuição.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/

Veja mais notícias da marca