As vendas do Prisma com motor 1.0 não vão bem. Lançado em fevereiro de 2009, o modelo tem de suportar a concorrência interna do modelo com propulsor 1.4 e do Classic reestilizado. Por conta disso, o sedã compacto na versão de entrada deve ser retirado de linha a partir do início de 2011, quando a linha também deve passar por modificações visuais. Algumas lojas da rede Chevrolet, conforme apurado pelo AUTOO, não têm o veículo no showroom há mais de cinco meses.

O principal motivo para o resultado negativo do Prisma 1.0 é a proximadidade de seu preço ao do modelo 1.4, R$ 31.144 contra R$ 32.485. O carro também é oferecido apenas com o acabamento mais simples, o que torna a opção seguinte mais convidativa aos consumidores. A General Motors do Brasil, porém, ainda não comenta sobre o assunto.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Thiago Vinholes

|