Chinês insatisfeito destrói Maserati a golpes de marreta

Proprietário do carro de luxo reclamava de manutenção feita com peças usadas

O carro destruído custa mais R$ 850 mil | Imagem: Reprodução/Car News China

Os chineses donos de carrões importados costumam ficar muito bravos quando são mal atendidos pelas montadoras. Um cliente insatisfeito da Maserati destruiu seu sedã Quattroporte de mais de R$ 850 mil a golpes de marretada. Segundo relatou o website Car News China, o dono do carro reclamava de um serviço de manutenção realizado em seu carro, no qual os mecânicos utilizam peças usadas para reparar um equipamento quebrado.

A ação foi toda planejada pelo proprietário para “queimar o filme” o marca, por isso o “linchamento” foi realizado na porta do Salão de Qingdao, em 14 de maio.

O dono do carro ainda teve a ajuda de outros três “carrascos” na tarefa de desfigurar o luxuoso sedã italiano. A ação atraiu dezenas de espectadores curiosos e também a imprensa chinesa, que saiu do pavilhão de exposições para assistir a destruição do carro.

Lançamento: X60 chega para melhorar a imagem da Lifan

Esse tipo de protesto já é algo comum em Qingdao. Na edição de 2011 do mesmo Salão, outro chinês indignado também marretou uma Lamborghini Gallardo novinha em folha. Na época, o dono do carro superesportivo reclamava de problemas no motor e no chassi.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!