Você já conferiu recentemente aqui no Autoo duas importantes novidades que a Hyundai apresentou ao mercado global envolvendo o segmento de SUVs compactos. A mais original delas foi o Venue, um novo utilitário esportivo com dimensões reduzidas - focado no uso urbano – e que parece ser um novo subsegmento visto com cada vez mais atenção por parte das principais fabricantes globais.

Outra novidade reside na segunda geração do ix25, apresentado na edição mais recente do Salão de Xangai. O SUV compacto em questão guarda muitas semelhanças e uma forte ligação com o “nosso” Creta, apesar da Hyundai anunciar que o ix25 revelado na China será mesmo mais voltado para aquele mercado. 

De qualquer forma, o designer Kleber Silva fez um interessante exercício de estilo onde mescla os elementos visuais tanto do Venue como do novo ix25 para antecipar os caminhos que a Hyundai pode adotar para a nova geração do Creta aqui no Brasil.

Como é possível notar tanto no Venue como no novo ix25, a Hyundai sinaliza que vai apostar em um conjunto de iluminação em diferentes níveis para seus futuros SUVs compactos, solução que começou com a Citroën na geração mais recente do C4 Picasso e foi adotada com grande sucesso também pela Fiat Toro.

É fato que esse recurso estético do conjunto de iluminação bipartido favorece um visual mais arrojado e robusto para a dianteira do veículo, como podemos notar nas projeções de Kleber Silva. Certamente seria um caminho interessante para a Hyundai adotar na futura geração do Creta.

Ao contrário do ix25, o Creta tem uma proposta um pouco mais nobre, por assim dizer, do que o primo chinês. Não por acaso podemos esperar um modelo um mais requintado de uma maneira geral. Na parte traseira, por exemplo, a nova geração do Creta poderia se inspirar muito mais em modelos como o New Tucson, como você confere na projeção.

Fato é que concorrentes mais novos e chegando de uma forma muito forte no mercado, como já notamos com o Volkswagen T-Cross e, até o ano que vem, com o Chevrolet Tracker renovado, a Hyundai sabe que não pode repousar sobre a ótima aceitação que o Creta tem por aqui e ignorar a renovação da concorrência.

Segundo alguns rumores, é muito provável (e esperado) que o novo Creta conte com conjuntos mecânicos mais eficientes, ponto onde hoje o modelo deixa a desejar. A inclusão de um propulsor 1.0 turbo com injeção direta está nos planos, bem como alguma alternativa mais potente para as versões mais caras ou com apelo esportivo.

Na Índia, por sua vez, fala-se até mesmo de que a nova geração do Creta poderá contar com uma opção 7 lugares. Caso isso se concretize e a nova configuração chegue ao mercado brasileiro, certamente seria uma novidade muito bem-vinda, uma vez que as opções de carros com três fileiras de assentos aqui no Brasil por menos de R$ 100.000 hoje são muito escassas. Nesse perfil, hoje em dia, encontramos apenas o Chevrolet Spin e o Fiat Doblò, sendo que o modelo da montadora italiana sequer disponibiliza câmbio automático.

Ainda é cedo afirmar quando a nova geração do Hyundai Creta poderá dar as caras por aqui, uma vez que o modelo foi lançado no Brasil em dezembro de 2016 e ainda pode ser considerado recente. Vale a pena destacar que, ainda neste ano, a Hyundai vai lançar uma profunda atualização para o HB20 e o HB20S, portanto, qualquer alteração para o Creta pode ser esperada para 2020 ou 2021 no máximo. A Hyundai, de qualquer forma, não pode permanecer imóvel na medida em que os concorrentes passam a entregar conjuntos cada vez mais competitivos.

Projeção de Kleber Silva mesclando elementos dos novos Hyundai Venue e ix25 para antecipar a segunda geração do Creta
Projeção de Kleber Silva mesclando elementos dos novos Hyundai Venue e ix25 para antecipar a segunda geração do Creta
Imagem: Kleber Silva

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/