Covid-19 no Brasil: Instituto GM, Hyundai e Renault anunciam medidas de apoio ao enfrentamento da doença

Empresas vão colaborar com diversas iniciativas no Brasil; confira detalhes
Unidade do HB20S em uso no programa Transporte Solidário Hyundai

Unidade do HB20S em uso no programa Transporte Solidário Hyundai | Imagem: Divulgação

abordamos ao longo dos últimos dias aqui no Autoo algumas ações de solidariedade muito interessantes que montadoras e integrantes do setor automotivo estão realizando no Brasil. Nesta segunda-feira (30), mais fabricantes juntaram-se à causa de amenizar os efeitos da pandemia da Covid-19 em nosso país.

Por meio da ação “Transporte Solidário Hyundai” a fabricante sul-coreana vai dar suporte à população das localidades próximas às concessionárias da marca com o uso da frota de test-drive, que passará a realizar o transporte gratuito de idosos com mais de 60 anos e profissionais de saúde, mediante agendamento.

Segundo a Hyundai, “a operação é simples e segura. Pelo telefone 0800 772-1717 será possível solicitar o transporte, em veículos Creta e HB20, entre 8 e 18 horas, de segunda a sexta. A partir da chamada, a central de atendimento verificará se existe um motorista disponível e mais próximo da localidade da solicitação. Confirmada a disponibilidade, a central informará a placa do carro e o nome do motorista ao solicitante. Dentre as possibilidades de atendimento, estão transporte ponto-a-ponto, consulta médica, retirada de compras e medicamentos, e transporte para vacinação drive-thru”.

Obviamente a montadora realizará todas as medidas de proteção preconizadas pelas autoridades. “A Brazzo, fabricante de produtos para limpeza e higienização de veículos, fornecerá uma linha de higienização própria, a ser utilizada após cada viagem dos carros dedicados ao Transporte Solidário Hyundai. Entre os cuidados, a sanitização por ozônio livrará a cabine de fungos e bactérias. Na sequência, uma higienização de superfície contemplará volante, botões, manopla do câmbio, puxadores de maçaneta, bancos, entre outras partes. Por fim, será feita uma proteção com filme em rolo no volante, câmbio e freio de estacionamento, além da aplicação de uma capa protetora para os bancos dos passageiros. Todos os motoristas vão utilizar máscaras e luvas de proteção durante o trajeto”.

O programa “Transporte Solidário Hyundai” receberá, inicialmente, chamadas até o dia 15 de abril, podendo ser prolongado de acordo com as necessidades das comunidades atendidas e as orientações das autoridades em relação às medidas de combate à Covid-19.

O Instituto General Motors, por sua vez, também comunicou nesta segunda-feira que vai doar 5.500 cestas de alimentos, higiene e limpeza nos locais onde a empresa atua no Brasil. Além das cestas, 3.000 óculos de segurança serão entregues para uso por profissionais de saúde e 105 carros serão emprestados para as autoridades.

"Vamos adquirir os produtos para compor as cestas no comércio de cada cidade onde faremos as doações. Assim, poderemos contribuir duplamente, com quem necessita receber e com quem precisa vender mais", explica Marcos Munhoz, presidente do Instituto GM. Os 105 carros que foram colocados à disposição em regime de comodato, por sua vez, serão utilizados pelas prefeituras de Gravataí, Joinville, São Caetano do Sul, São José dos Campos; além do governo estadual de São Paulo. Os veículos poderão ser usados para o transporte de profissionais de equipamentos de saúde e, também, de pacientes, além de outras necessidades.

Vale a pena lembrar que a a Chevrolet anunciou que vai liderar uma força-tarefa do governo federal para o conserto de respiradores no Brasil. Chamada de “Iniciativa + Manutenção de Respiradores”, o programa também contará com a ajuda da francesa Renault. Os equipamentos restaurados haviam sido descartados ou necessitavam de manutenção para viabilizar sua utilização. Estão fora de operação no Brasil no momento mais de 3,6 mil ventiladores pulmonares, seja porque foram descartados ou têm necessidade de manutenção, de acordo com a LifesHub Analytics e a Associação Catarinense de Medicina (ACM).

Na esfera estadual a Renault entregou dez veículos à Coordenadoria Estadual da Defesa Civil do estado do Paraná em formato de comodato. Os veículos, dos modelos Captur, Duster, Oroch e Master, serão utilizados em ações de combate ao vírus, por meio do transporte de donativos e insumos, do atendimento às famílias mais necessitadas e do apoio às ações de saúde, educação e segurança. A empresa também vai produzir máscaras utilizadas em atendimento hospitalar, as quais serão entregues à Secretaria de Saúde de São José dos Pinhais (PR), cidade que abriga várias fábricas da Renault em seu Complexo Ayrton Senna. 

Atualização (31/03/2020 às 18h31 para acrescentar as iniciativas de Fiat Chrysler e Toyota): A Fiat Chrysler anunciou recursos e know-how de seus times para apoiar o País neste momento. Hospitais de campanha em Betim (MG) e Goiana (PE) serão instalados com apoio da FCA, além de participar da ação multidisciplinar que vai contribuir para o aumento na oferta de ventiladores pulmonares no Brasil. Máscaras protetoras serão fabricadas nos laboratórios de Betim e doadas a profissionais de Saúde. Também integram o programa doações de materiais essenciais e comodato de veículos. Outras medidas para o Brasil e demais países da América Latina estão em estudo pela FCA. A Toyota, por sua vez, anuncia a doação de quatro Hilux adaptadas a ambulâncias, além de 30 mil frascos de álcool gel ao Governo do Estado de São Paulo por meio da Fundação Toyota do Brasil. A fabricante japonesa também vai integrar a força-tarefa para recuperar respiradores hospitalares no Brasil. 

 

 

Veículos entregues pela Renault em comodato à Coordenadoria Estadual da Defesa Civil do estado do Paraná
Veículos entregues pela Renault em comodato à Coordenadoria Estadual da Defesa Civil do estado do Paraná
Imagem: Divulgação

 

 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!