Creta lidera vendas entre os SUVs em agosto e T-Cross supera o HR-V

Utilitário esportivo teve emplacamentos expressivos tanto no varejo quanto nas vendas diretas
Hyundai Creta 2020

Hyundai Creta 2020 | Imagem: Divulgação

Um dos reis do mercado PCD em 2018, o Creta andava sumido este ano, mas em agosto o SUV da Hyundai voltou a liderar o segmento e de forma emblemática. Com 6.643 unidades vendidas, o modelo não só foi o mais bem colocado nos números gerais como também superou o HR-V no varejo.

Esse feito é muito relevante em um mercado que está contaminado pelas vendas diretas. No desespero de conseguir desovar a produção, muitas marcas têm “queimado” seus carros em ofertas para o público PCD (hoje imenso por conta de amplas possibilidades de comprovar a necessidade) e sobretudo pelas vendas para locadoras.

A montadora que mais tem apelado para essa estratégia é a FCA que fez do Renegade o SUV compacto mais vendido do país este ano. Para isso, no entanto, o utilitário teve maisde 70% dos emplacamentos em vendas diretas. Em agosto, apenas o 2008, da Peugeot, teve uma participação maior, de 74%, mas o SUV francês tem sido um imenso fracasso, o que explica esse percentual.

Já o Creta teve apenas 27% das suas vendas no atacado, o que o colocou na vice-liderança dessa modalidade, atrás é claro do Renegade. Com isso, o Hyundai roubou a vice-liderança do Kicks no cômputo geral.

Até tu, VW?

O ranking nas vendas diretas também ganhou outro destaque, o T-Cross. O SUV da Volkswagen, que chegou ao mercado apenas em 2019, anda flertando com o atacado também. No mês passado, 39% das vendas vieram desse tipo de venda. Com a soma do varejo, o SUV alemão superou o HR-V e terminou o mês em 3º lugar pela primeira vez.

 

Volkswagen T-Cross 2020
Volkswagen T-Cross 2020
Imagem: Divulgação

 

Entre os 12 SUVs mais vendidos, apenas Honda, Chevrolet e CAOA Chery não têm feito uso do expediente das vendas diretas em grande escala. O HR-V foi o 10º mais vendido no atacado com apenas 325 unidades (8% do total), seguido do Tracker (190 unidades e 15% das suas vendas) e do Tiggo 5X com somente nove carros emplacados dessa forma (1% do seu volume).

Na contramão estão os grupos Peugeot Citroën e a aliança Renault-Nissan (além, do lídero Renegade é claro). A Citroën busca praticamente metade do público do C4 Cactus nas vendas diretas enquanto a Renault tem um pouco menos de participação com o Duster (47%) e Captur (48%), assim como a Nissan (46% com o Kicks).

O mercado de SUVs compactos como um todo manteve praticamente estável no mês passado com 34,4 mil unidades vendidas, um pouco menos que o recorde obtido em junho, com 35,2 mil veículos.

  Vendas diretas  
Jeep Renegade 3703
Hyundai Creta 1812
Nissan Kicks 1799
VW T-Cross 1652
Ford EcoSport 1125
Renault Captur 987
Peugeot 2008 592
Renault Duster 590
Citroën C4 Cactus 547
10º Honda HR-V 325
11º Chevrolet Tracker 190
12º CAOA Chery Tiggo 5X 9

Dados de agosto.

  Vendas no varejo  
Hyundai Creta 4831
Honda HR-V 3729
VW T-Cross 2572
Nissan Kicks 2088
Ford EcoSport 1892
Jeep Renegade 1485
Chevrolet Tracker 1100
Renault Captur 1086
CAOA Chery Tiggo 5X 671
10º Renault Duster 663
11º Citroën C4 Cactus 567
12º Peugeot 2008 206

Dados de agosto de 2019.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!